martes, 9 de mayo de 2017

Permaneça no Senhor


João 15:4  permanecei em mim, e eu permanecerei em vós. Como não pode o ramo produzir fruto de si mesmo, se não permanecer na videira, assim, nem vós o podeis dar, se não permanecerdes em mim.
Permanecer em Cristo tem, no grego, a ideia de habitar juntamente com alguém, neste caso Cristo. As palavras do Mestre nos remetem a um relacionamento de convívio, que não fica limitado somente a um encontro devocional ou a um Culto coletivo.

E, se fazemos leitura do verso - e posteriormente do capítulo inteiro - vemos como é importante termos um relacionamento permanente com o Senhor da Glória: o ramo não pode produzir fruto separado da videira. O nosso relacionamento é uma manifestação de dependência diária do Criador: eu permaneço em Cristo porque preciso dele para viver, assim como preciso do ar que respiro.

Mas, há uma dependência também de sustento e cuidado. O ramo por si só morre, mas unido à videira ela se nutre, sustenta e multiplica. Nós, como ramos, recebemos do Senhor o sustento diário, o cuidado amoroso e a multiplicação dos nossos frutos.

Por isso, podemos dizer que Cristo é o todo que precisamos.

No meio de tantos desejos e tentações neste mundo que nos levam para a autossuficiência, temos que lembrar que nós dependemos exclusivamente do Senhor. A imagem dos ramos e a videira nos lembra disso. Separados do Senhor somos piores do que nada.

Permaneça no Senhor
Publicar un comentario